fbpx

Venha conhecer esse projeto lindo e faça parte do time de Especialistas em Mama de Crochê. Com poucas variações de 3 receitas + 2 receitas bônus, você será capaz de produzir um Kit completo para Consultoria em Amamentação e vender para todo o Brasil. Clique na foto para saber mais!

Crochê para Iniciantes – Descubra tudo para começar!

Se você está procurando uma terapia, algo para trabalhar a ansiedade, a auto estima e o foco, posso dizer que o crochê é um ótimo início. Neste artigo vou abordar tudo o que você precisa saber para iniciar a fazer crochê, de forma fácil e prática. Além de ser uma atividade terapêutica também pode ser uma ótima fonte de renda.

Por falar em terapia, desde que iniciou-se a pandemia houve um aumento das terapias ocupacionais devido a importância dos cuidados com a saúde mental, pois conforme estudo feito pelo Instituto de Psicologia da UERJ*, um dos efeitos colaterais do isolamento é o aumento dos casos de ansiedade e depressão.

Há 4 anos atrás (quando decidi sair do mercado de trabalho), coloquei o crochê como a minha primeira opção para apostar nessa nova jornada. Comecei a dar aulas para uma menina de 10 anos que, na época, tinha transtorno de ansiedade. A psicóloga havia prescrito uma terapia na qual ela conseguisse manter o foco, realizando um trabalho com início, meio e fim! Além do benefício do controle da ansiedade por meio do crochê, outras áreas também foram atingidas como a auto-estima pois ela se sentia orgulhosa ao terminar cada peça! Claro que eu aceitei esse desafio e quem ganhou com essa experiência fui EU!

Então, vamos descobrir tudo sobre o crochê para iniciantes: os materiais, como fazer e algumas ideias para você iniciar hoje mesmo sem precisar de muita coisa!

Agulha e linha de Crochê para Iniciantes:

Para realizar o trabalho é preciso agulhas de crochê e fio.

A agulha nada mais é do que um gancho e o crochê, uma peça tecida ponto a ponto.

Cada fio pede um tamanho de agulha diferente. Normalmente na embalagem dos fios já vem escrito as agulhas compatíveis, mas com o passar do tempo, você mesma vai saber a que mais se adapta ao seu ponto.

Ahhh uma curiosidade: com fios mais grossos, até o seu dedo pode ser uma agulha!

Já ia esquecendo de dizer que além da variação de tamanho, as agulhas também variam por tipos. Tem das mais simples até as mais ergonômicas, de madeira, de bambu, acrílico, metal. Por isso a grande variação de preço. Invista nas mais baratas no início e depois compre alguma ergonômica, na numeração que você mais usar.

O que eu indico para você que é iniciante: comprar uma agulha 4mm e um novelo pequeno de lã Mollet.

Pontos de crochê para iniciantes:

Existem vários tipos de técnicas, mas de forma simplificada, todas usam os mesmos pontos: correntinha (corr), ponto baixo (pb), ponto alto (pa) e ponto baixíssimo (pbx). Com esses pontos você consegue criar quase tudo no crochê.

CORRENTINHA (corr):

Todo iniciante começa aprendendo as correntinhas. Elas ajudam a definir a tensão do ponto que fazemos, se mais apertado ou mais folgado. A correntinha é a base para a maioria das peças. A combinação da correntinha com outros pontos, serve para criar espaços entre eles e para dar formato as peças.

Somente com correntinhas você consegue fazer cordões para sapatinhos de bebê, colares, alças para chaveiros, pulseirinhas.

Como fazer: começa com um nó móvel. Depois passe o fio na agulha e puxe por dentro do nó. Continue até o tamanho deseja.

O que eu indico: treine bastante o ponto correntinha para passar aos outros pontos. Um exemplo é fazer chaveiro de pompons. Ótima peça para treinar as correntinhas usando a lã Mollet e agulha 4mm.

crochê-para iniciantes

PONTO BAIXO (pb)

O ponto baixo é mais fechado sendo possível trabalhar de forma rápida em carreiras de vai e vem. Ele também é mais rígido por isso dá mais estabilidade a peça.

No ponto baixo é possível fazer porta-moedas, capa de celular, roupas de bebê, gorros etc.

Como fazer: sobre uma base de correntinhas, coloque a agulha na segunda correntinha (a partir da agulha), lace o fio e puxe por dentro da correntinha. Dê uma laçada novamente na agulha e puxe passando pelas 2 alças que estão na agulha, ficando apenas 1 alça na agulha. Repita até o final! Para começar outra carreira, faça uma correntinha, vire o trabalho e repita o processo.

crochê-para iniciantes

Receita do Case para celular Panda: Essa bolsinha de celular foi feita com lã para bebê e agulha 3mm. Seguindo o tamanho do celular, fiz carreiras de vai e vem com pontos baixos em 2 cores. Terminei bordando olhos, nariz e pregando as orelhinhas. Pra finalizar, fechei as laterais com agulha de tapeceiro e costurei uma alça feita de correntinha.

PONTO ALTO (pa)

O ponto alto é mais aberto, por isso mais maleável. É um ponto muito utilizado pois dá rapidez de crescimento à peça.

Alguns exemplos de trabalho no ponto alto são sousplat, bolsas, tapetes, xales, saídas de praia, vestuário etc.

Como fazer: sobre uma base de correntinhas, lace o fio e coloque a agulha na terceira correntinha (a partir da agulha), lace o fio e puxe por dentro da correntinha. Estará com 3 alças. Dê uma laçada novamente na agulha e puxe passando por 2 alças que estão na agulha, ficando apenas 2 alças, lace novamente passando pelas 2 alças restantes, terminando com 1 alça na agulha. Repita até o final! Para começar outra carreira, faça 2 correntinhas, vire o trabalho e repita o processo.

crochê-para iniciantes

PRONTO BAIXÍSSIMO (pbx)

O ponto baixíssimo é feito para dar acabamento à peça. Tem um efeito muito bonito deixando a peça menos rústica.

Como fazer: ao final da peça trabalhe o ponto baixíssimo (que é igual ao ponto correntinha) por toda a borda, dando uma finalização mais elegante. Para fazer quinas é só fazer 2pbx separados por 1corr.

Segue alguns exemplos de peças

Conheça agora as principais dicas essenciais para iniciantes em crochê:

  1. Além das agulhas, tenha também tesoura e fita métrica como material de apoio
  2. O material da agulha não interfere no resultado final da peça mas o tamanho dela sim, dessa forma você vai aos poucos fazendo um kit com variedade de tamanho das agulhas para treinar o crochê para iniciantes.
  3. Prefira agulhas um pouco maiores no começo, como a 2,5mm e linhas mais finas, assim você consegue aprender bem como fazer cada ponto.
  4. Pratique bastante o ponto correntinha antes de passar para os outros pontos básicos.
  5. Quando sentir que está com mais prática, treine o ponto baixo e o ponto alto.
  6. Prefira linhas de uma única cor enquanto está aprendendo, pois elas são mais fáceis de trabalhar.

Se ficou alguma dúvida, é só me mandar uma mensagem! Entre em contato por aqui ou deixe um comentário.

Bjs e bons crochês

Juliana de Carvalho

Fonte:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Este site usa cookies e outras tecnologias similares para lembrar e entender como você usa nosso site, analisar seu uso de nossos produtos e serviços, ajudar com nossos esforços de marketing e fornecer conteúdo de terceiros. Leia mais em Política de Cookies e Privacidade.